Elevadores famosos: o elevador de Santa Justa

Seja o primeiro a comentar! - 18/06/2017

O elevador doméstico é parte da rotina de todos nós: seja em casa, no trabalho ou na universidade, todos usamos um deles em alguma hora do dia.

Contudo, há equipamentos que vão muito além do elevador doméstico, de caráter meramente funcional. Alguns são verdadeiras jóias, obras de arte da arquitetura e da engenharia. É o caso do elevador de Santa Justa, que fica na cidade de Lisboa.

Elevador de Santa Justa

O elevador de Santa Justa

Lisboa fica em uma área geologicamente instável. Consequentemente, é suscetível a abalos sísmicos e tem um relevo extremamente acidentado. Os ascensores, como são conhecidos pelos lisboetas, facilitam o acesso aos bairros mais altos, melhorando, além disso, a acessibilidade para deficientes físicos.

Lisboa conta com 9 ascensores públicos no total, dando acesso a diferentes regiões da capital portuguesa. O elevador de Santa Justa é o único vertical: todos os outros são cremalheiras (uma espécie de trem que leva os passageiros até o ponto mais alto). Ao contrário de um mero elevador doméstico, o elevador de Santa Justa não é meramente funcional: considerado uma grande obra a da arquitetura, é um dos pontos turísticos mais visitados de Portugal.

A história do elevador de Santa Justa

O elevador de Santa Justa foi projetado por Raul Mesnier de Ponsard, discípulo de Alexandre Gustave Eiffel, responsável pelo projeto da Torre Eiffel. Sua estrutura é totalmente de ferro, construída em estilo neogótico.

Inaugurado em 10 de julho de 1902, ele conecta os bairro da Baixa ao Chiado, transportando passageiros por uma altura de 25 metros. Como permite o acesso às ruínas do histórico Convento do Carmo, também é conhecido por este nome. Além disso, quem desembarca deste elevador no Chiado tem acesso a um dos locais mais visitados de Lisboa: o mirador de Santa Justa. O local oferece vistas incríveis de diversas partes da cidade, como o Castelo de São Jorge, outro ponto turístico de destaque.

Uma curiosidade é que ele transporta uma quantidade diferente de pessoas a cada viagem: se na subida ele comporta 20 passageiros, na descida o número cai para 15. Além disso, a altura total da torre é de 45 metros, 20 metros a mais que a altura do elevador em si.