Qual o processo para comprar um elevador?

Seja o primeiro a comentar! - 11/12/2017

Com o objetivo de facilitar sua vida no momento em que você decide comprar um elevador, a Portac traz esse guia prático que contempla todos os itens que precisam ser analisados no momento da escolha do seu produto.

Você sabe qual a diferença de um elevador e de uma plataforma elevatória? Qual a altura máxima que cada um deles chega? Ou qual a diferença entre uma máquina com moto redutor e uma com unidade hidráulica?

E, além das especificidades técnicas, quais são os pré-requisitos necessários para a instalação de um elevador? Como funciona o orçamento realizado pela Portac?

Você pode conferir todas as respostas para essas e outras perguntas a partir de agora.

 

O processo de compra de um elevador

A decisão da compra de um elevador deve levar em conta vários pontos para que você possa ter certeza de que está adquirindo um produto que de fato atenda as suas necessidades. Primeiramente, faz-se necessário realizar uma distinção. Qual a sua necessidade? Um elevador, uma plataforma elevatória ou um monta-carga?

 

Elevador com deslocamento vertical

Os elevadores com deslocamento vertical são ideais para o cumprimento das leis de acessibilidade. Eles podem ser utilizados para o acesso em pavimentos comerciais, como bancos, restaurantes, shoppings e universidades.

Esse elevador também pode ser instalado para o uso doméstico, principalmente em sobrados, com o objetivo de melhorar a acessibilidade a outros níveis da casa.

Como principais características, os elevadores para deslocamento vertical apresentam acionamento hidráulico, percurso de até 12 metros e não necessitam de estrutura para a casa de máquinas. O enclausuramento é obrigatório para percursos acima de 2 metros e a capacidade máxima é de 250 kg ou 3 pessoas.

Abaixo você pode conferir algumas especificidades técnicas de projetos de plataformas com deslocamento vertical.

Comparação entre elevadores com deslocamento vertical

Plataforma com deslocamento vertical

As plataformas elevatórias de percurso vertical têm como objetivo garantir a acessibilidade para pessoas com necessidades especiais. Elas podem ser instaladas tanto em ambientes internos como externos e o percurso máximo não deve ultrapassar 4 metros.

O enclausuramento das cabinas é obrigatório para percursos acima de 2 metros, fazendo surgir assim as plataformas elevatórias cabinadas e as semi-cabinadas. O acionamento pode ser tanto hidráulico como mecânico (você pode conferir as diferenças entre os dois sistemas mais abaixo).

Outra característica das plataformas com deslocamento vertical é que elas não possuem porta de cabina, apenas nos pavimentos. A segurança nesse caso se dá por meio de uma barreira infravermelha, evitando assim qualquer ponto de acidente.

Abaixo você pode conferir algumas especificidades técnicas de projetos de plataformas com deslocamento vertical.

Comparação entre plataformas elevatórias com deslocamento vertical

Monta Carga com deslocamento vertical

Os elevadores monta carga estão diretamente associados a indústrias e empresas que necessitam de sistemas de transporte vertical para o manejo de cargas em geral. É importante destacar que o objetivo desse elevador é somente o transporte de cargas, sendo proibido o transporte de pessoas neste tipo de equipamento.

Os monta cargas produzidos pela Portac são equipamentos robustos e de qualidade comprovada. Eles são reforçados para suportar grandes quantidades de peso e o seu interior possui acabamento seguro e resistente.

A capacidade de carga desses objetos, atendendo as especificações da ABNT, variam de 50 a 300 kg, atingindo uma velocidade de 6m/min. As portas, dependendo da sua necessidade,  podem ser do estilo guilhotina ou eixo vertical. Também de acordo com suas necessidades são a dimensão da cabina e o número de paradas a ser efetuado.

Abaixo você pode conferir um exemplo de algumas especificidades técnicas do projeto de um monta carga.

 

Unidade Hidráulica ou moto redutor?

No caso das plataformas elevatórias, você tem a opção de escolher entre dois sistemas de elevação: por meio da unidade hidráulica ou do moto redutor (tração tradicional). Mas você sabe quais são as diferenças entre os dois?

No caso do moto redutor, a tração que gera o deslocamento do elevador se dá por meio um contarpeso que é ligado a uma roda de tração. Ao ser acionado, o motor faz com que a cabina e o contrapeso sejam deslocados em sentidos diferentes, impulsionando assim a cabina para cima ou, ao contrário, para baixo. A representação básica da estrutura que compõe um elevador com tração convencional pode ser conferida ao lado.

As vantagens do elevador de tração tradicional

elevador moto redutor

Esquema de um elevador com tração tradicional (moto redutor)

  • Maior rapidez e eficiência;
  • Silencioso e suavidade ao longo da viagem;
  • Disponível para edifícios muito altos.

Diferente dos elevadores com moto redutor, os que contam com unidade hidráulica apresentam seu deslocamento vertical feito por meio de um líquido que, sob pressão, realiza o deslocamento de um pistão hidráulico. Um dos maiores benefícios desse tipo de máquina é que a instalação da casa de máquinas não precisa obrigatoriamente ser localizada no topo do edifício, podendo ser colocada remotamente.

 

Vantagens dos elevadores hidráulicos:

elevador hidráulico

Modelo de um elevador de tração hidráulica

  • Não necessita de uma casa das máquinas no topo do edifício.
  • As dimensões do fosso do elevador são otimizadas.
  • A carga é distribuída ao longo das calhas de suporte da cabine, logo não necessita de uma estrutura de suporte no topo do edifício.

 

De maneira prática, as diferenças entre máquinas de moto redutor e unidade hidráulica estão na maneira como o elevador vai se comportar no momento de uma emergência, como no caso de faltar a energia.

Os elevadores com unidade hidráulica possui resgate automático no caso de queda de energia. Isso significa que ele irá se direcionar automaticamente até o próximo andar e ficar estacionado. Já os elevadores com moto redutor não apresentam esse artifício, o que significa que, em uma eventual queda de energia, a cabina ficará estacionada no mesmo local até que a energia seja reestabelecida. Isso pode acabar gerando muito incômodo, principalmente se nesse momento a cabina estiver com passageiros e acabar parando entre dois andares.

Quais são os pré-requisitos para instalar um elevador?

Agora que você já sabe qual é o produto que vai atender suas necessidades, faz-se necessário levar em consideração algumas questões relacionadas aos pré-requisitos necessários para que um elevador possa ser instalado em determinado ambiente.

Primeiramente, há a necessidade de um espaço adequado e que atenda as dimensões mínimas para a instalação de um elevador, plataforma elevatória ou monta-carga. Essas dimensões podem ser conferidas nos três quadros anteriores.

Também será necessário realizar adequações civis e elétricas no ambiente. Para isso, a Portac fornece um projeto civil e elétrico com as indicações do que precisa ser feito. Lembramos que qualquer adequação no ambiente para receber um elevador é de obrigação do cliente. Caso necessário, podemos indicar profissionais qualificados que, contudo, não apresentam vínculo com a empresa.

O Orçamento

A Portac é uma empresa que se preocupa com a transparência. Portanto, o orçamento que entregamos a você contempla todas as informações relacionadas com os trabalhos prestados por nós. Isso vai desde as especificações técnicas do produto a ser entregue a você, bem como o valor da instalação do produto.

Frisamos que o orçamento contempla os serviços prestados pela Portac a você. Portanto, a parte da alvenaria e a obtenção de força ficam por parte do cliente.

Prazo

Não é possível oferecer uma data exata do período que você irá ter que esperar para finalmente estar com seu elevador Portac em devido funcionamento. Isso porque nem todos os prazos dependem de nós. Principalmente em projetos que necessitam de uma readaptação do ambiente, o tempo pode acabar se alargando um pouco até a finalização das obras.

Porém, após você entrar em contato com a Portac, temos o compromisso de oferecer um projeto executivo no prazo máximo de sete dias. Quinze dias antes da instalação você ainda receberá uma visita técnica que tem como objetivo verificar se tudo está conforme os parâmetros.

De maneira geral, o prazo para a entrega do seu elevador gira entorno de 60 a 90 dias após o fechamento do contrato.

Manutenção

Com o seu elevador devidamente instalado e em funcionamento, o único detalhe que você deverá se atentar é para a manutenção. A Portac não realiza a manutenção de elevadores – existem empresas especializadas para esse trabalho. Porém, podemos indicar profissionais competentes.

É importante estar sempre atento ao prazo mínimo entre as manutenções. Para os elevadores de uso comercial a manutenção deverá ser mensal. Já para os de uso residencial a manutenção deve ser realizada duas vezes ao ano.

Você ainda ficou com alguma dúvida? Não deixe de nos contatar! Teremos o maior prazer de, juntos, buscar o melhor produto para você!

 

Você também poderá se interessar por…

>> Qual o processo para instalação de elevadores em prédios antigos?

>> Acessibilidade para pessoas cm deficiência física. Tudo o que você precisa saber!

>> Manutenção de elevador: descubra os tipos e a sua importância!