Elevadores para Portadores de Deficiência

Seja o primeiro a comentar! - 23/10/2019

Os elevadores para deficientes físicos são equipamentos fundamentais para garantir a acessibilidade em construções com mais de um pavimento, assegurando a essas pessoas mais independência e liberdade de ir e vir.

elevadores para deficientes físicos

Mas, para tornar a construção acessível é preciso que os elevadores cumpram regras específicas estabelecidas na norma NBR NM 313:2007. Conheça, a seguir, quais são elas e outras informações sobre o elevador para deficiente físico.

Onde os elevadores devem ser instalados?

O equipamento deve ser instalado em construções que tenham vários pavimentos, para facilitar a locomoção do portador de deficiência física. Bons exemplos de construções desse tipo são os sobrados, prédios residenciais, comerciais e empresariais.

Caso o percurso a ser feito seja longo, com vários pavimentos, o elevador é o mais recomendado. Se o trajeto for curto, é possível instalar uma alternativa eficaz, a plataforma de acessibilidade, também conhecida como plataforma elevatória.

Regras aos elevadores para deficientes físicos

O elevador só assegurará a acessibilidade se for construído de acordo com a NBR NM 313:2007, que estabelece que o equipamento deve ter as seguintes características:

– O equipamento deve ter largura mínima de porta de 80 centímetros, o que permitirá a passagem de uma cadeira de rodas;

– As dimensões internas mínimas devem ser de 1,25 metro de profundidade e 1 metro de largura, para permitir a manobra da cadeira de rodas;

– É obrigatório a presença de corrimões, que devem ser instalados numa altura de 87 centímetros e fixados em todos os lados da cabina;

– O tempo de fechamento de porta tem de ser maior, para que o deficiente consiga entrar no equipamento com facilidade e tranquilidade;

– Sinais e painéis devem ter seu conteúdo em braile, o que garantirá a autonomia de deficientes visuais;

– O piso do equipamento deve ser antiderrapante, o que diminuirá o risco de queda de cadeirantes ou pessoas com mobilidade reduzida.